Município decreta toque de recolher e proíbe carros e pedestres de circularem entre 20 e 5 horas

24/11/2020 - 14h11

O prefeito de Erechim (RS), Luiz Francisco Schmidt, assinou um decreto nesta segunda-feira, dia 23, com medidas drásticas para conter a disseminação do novo coronavírus no município.

O documento proíbe a circulação de pessoas e veículos nas vias públicas entre as 20 e 5 horas, com toque de recolher, exceto para empresas concessionárias do transporte coletivo, serviços de transporte de funcionários das empresas e indústrias, serviços de entrega de produtos alimentícios e farmacêuticos e para o funcionamento dos serviços essenciais.

O decreto também estabelece o funcionamento do comércio de segunda-feira a sábado, das 9 às 17 horas, e de restaurantes e lanchonetes entre 7 e 17 horas. Mercados, mercearias, fruteiras, padarias, açougues e similares poderão funcionar das 7 às 19 horas, sendo permitida a entrada de uma pessoa por família e proibida a entrada de crianças com idade inferior a 12 anos.

O documento ainda proíbe o funcionamento e atividades dos clubes sociais, esportivos e academias, exceto aos clubes esportivos profissionais, desde que cumpram com as regras sanitárias exigidas em Decreto Estadual.

A decisão também determina o fechamento dos espaços públicos e os privados de uso coletivo, como praças, santuários, parques, balneários, piscinas, quadras de esportes e centros desportivos, não podendo ser utilizados para permanência de usuários, mesmo de forma individual.

Município tem 47 pacientes internados

Segundo o boletim municipal emitido pela Prefeitura nesta segunda-feira, dia 23, Erechim tem atualmente 47 pacientes hospitalizados por conta da Covid-19. A cidade já registrou 28 mortes desde o início da pandemia. São 241 pessoas com o vírus ativo, também de acordo com o boletim municipal.

>>>Clique e receba notícias do JRTV Jornal Regional diariamente em seu WhatsApp.


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook