Santa Catarina atrai interesse da Espanha para investimentos e parceria internacional

24/02/2021 - 20h16

O Governo de Santa Catarina, por meio das secretarias de Estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE) e da Executiva de Assuntos Internacionais (SAI), recepcionou a conselheira de Agricultura, Pesca e Alimentação da Embaixada do Reino da Espanha, Elisa Barahona Nieto, em Florianópolis. A visita ao Estado, nesta semana, tem a missão de estreitar laços e impulsionar novos negócios nos setores de portos, logística, pesca e agricultura. Na Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), ela também foi recebida pela diretoria da entidade.

A conselheira enfatizou que a logística portuária catarinense e o desenvolvimento tecnológico foram dois fatores que lhe chamaram atenção no Estado. “Os armadores espanhóis que trabalham no Atlântico Sul, de diferentes modalidades, têm muito interesse em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul. O que já ouvimos sobre os portos catarinenses nos fez entrar em contato com a Secretaria de Assuntos Internacionais e, agora, o nosso principal objetivo é visitar os portos. Além disso, ficamos muito interessados em ver o desenvolvimento tecnológico que o estado de Santa Catarina tem e como ele está sendo”, disse Elisa.

O secretário da SDE, Luciano Buligon, destacou que o Governo de Santa Catarina está de portas abertas para o mercado internacional. “A vinda da representante do governo espanhol ao Estado só reforça este movimento muito importante de aproximação com Santa Catarina, para atração de investimentos e novos negócios”, destacou. Segundo ele, com a implantação do Invest SC, novas oportunidades se abrem para o Estado com a perspectiva de parceiras com países como a Espanha, referência em infraestrutura, agricultura, tecnologia e inovação.

 A secretária Executiva de Assuntos Internacionais, Daniella Abreu, destacou a importância de estreitar relações com os investidores. “É necessário ter um canal aberto de comunicação, de informação e de confiança com o corpo consular para que os investidores se sintam seguros para vir pra cá. O InvestSC é essa porta aberta para o empresário que queira conhecer o Estado. Além disso, para que ele tenha a confiança de que Santa Catarina o está apoiando; e nós estamos preparados para receber os investidores e investimentos”, frisou.

De acordo com o diretor de Inovação e Competitividade da Fiesc, José Eduardo Fiates, existe forte interesse em avançar no intercâmbio comercial e tecnológico na área do agronegócio, integrando com o setor industrial, principalmente, na parte de automação e controle. “A Espanha tem desenvolvido um trabalho intenso na produção de vegetais, legumes e hortaliças em sistemas em estufas de grande porte e automatizado uma área que Santa Catarina precisa e quer avançar. E a pesca na Espanha é muito desenvolvida; o país é o segundo maior consumidor mundial de pescados, com grande capacidade produtiva”, acrescentou Fiates.

Interessada na tecnologia catarinense, na inovação em agricultura e na logística de portos, a conselheira, que também esteve na Associação Catarinense de Tecnologia (Acate) e na Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável, ainda irá visitar o Perini Business Park e Ágora Tech Park, em Joinville, e os portos de Itapoá, Laguna e Imbituba.

>>>PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP. 


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook