STF julga se anulação das condenações de Lula é válida

Corte vai decidir se decisão do ministro Edfson Fachin será ou não mantida

Corte vai decidir se decisão do ministro Edfson Fachin será ou não mantida

14/04/2021 - 09h38

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) julga, hoje, outro tema que causa apreensão no Palácio do Planalto, porque pode manter apto a disputar a eleição de 2022 o principal adversário político do presidente Jair Bolsonaro nas próximas eleições: o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Os 11 integrantes da Corte vão decidir se confirmam a anulação das condenações que a Operação Lava-Jato impôs ao petista. O caso deve se estender na sessão de amanhã.

A anulação das condenações de Lula e a transferência das ações penais do petista (da Justiça Federal de Curitiba para a do Distrito Federal) foram decididas há um mês pelo relator da Lava-Jato no STF, Edson Fachin.

O caso de Lula e o julgamento sobre a instalação da CPI da Covid produzem reflexos imediatos para o governo Bolsonaro, que se vê desgastado, registrando perda de popularidade em pesquisas, diante do agravamento da pandemia, do ritmo lento de vacinação da população no país e dos efeitos da covid-19 sobre a economia.

A expectativa é de que o voto de Fachin sobre Lula seja longo, estendendo a discussão para amanhã.

>>>PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP. 


  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • Correio Braziliense



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook