Técnicos do Sul do país serão capacitados em homeopatia para manejo de agroecossistemas

Foto: Divulgação/ Epagri

Foto: Divulgação/ Epagri

11/05/2021 - 21h30

Produzir alimentos mais limpos é o objetivo principal do curso Homeopatia no manejo de agroecossistemas, que começa de forma on-line nesta quinta-feira, das 13h30 às 17h30. O evento é realizado pela Epagri em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Rural (IDR) do Paraná e a Emater do Rio Grande do Sul. O Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV) da Udesc entra como a instituição que possibilitará a certificação acadêmica aos participantes. São 150 vagas distribuídas de forma igual entre profissionais das instituições promotoras.

 “A homeopatia é um conhecimento aplicado há anos pela Epagri, que tem se comprovado cada vez mais eficiente no cumprimento da nossa missão de promover desenvolvimento sustentável do meio rural. Por isso investimos nessa proposta, que vai capacitar técnicos nossos e das instituições similares no Paraná e Rio Grande do Sul”, destaca a presidente da Empresa, Edilene Steinwandter. 

Ela lembra que o objetivo final é produzir alimentos limpos, de qualidade e com garantia de rentabilidade para a agricultura familiar. “Temos esperança de que esta inovadora parceria alavancará a homeopatia agropecuária no Sul do Brasil”, afirma a presidente.

Etapas

A primeira etapa do curso, que inicia na quinta-feira, 13, vai tratar da formação básica em homeopatia. Serão realizados 15 encontros quinzenais remotos, todas as quintas-feiras, até o mês de novembro. A segunda etapa vai abordar a terapêutica homeopática integrativa. Como inclui teoria e prática, essa ação será presencial e organizada pelas instituições participantes de acordo com os protocolos para pandemia que estiverem sendo adotados no momento. Na última fase, o curso volta à modalidade remota, na forma de seminário para apresentação de estudos de caso vividos pelos participantes.

“A estrutura do curso e sua dinâmica têm o propósito de oferecer aos participantes referencial teórico-metodológico básico, que dê condições à iniciação à terapêutica homeopática inclusiva e autogestiva, em processo contínuo de aprofundamento e aperfeiçoamento”, descreve Marcelo Pedroso, extensionista da Epagri e um dos organizadores do curso em Santa Catarina. 

Ele explica que a expectativa é de que, ao final do curso, os profissionais capacitados estejam em condições de contribuírem na produção de alimentos saudáveis, com preservação dos recursos naturais, educação do campo inclusiva, protagonismo da família rural e desenvolvimento rural sustentável no Sul do Brasil.

A Epagri vem se tornando, ao longo dos anos, uma referência nacional no uso da homeopatia na agropecuária. A Estação Experimental da Epagri em Lages conta, desde 2011, com o Laboratório de Homeopatia e Saúde Vegetal, coordenado pelo pesquisador Pedro Boff. Já o médico-veterinário Marcelo Pedroso vem colocando esse conhecimento em prática, no trabalho que desenvolve em animais de produção nas propriedades familiares do Sul Catarinense, alcançando bons resultados.

>>>PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP. 


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook