Vereador propõe coleta seletiva com uso de contêineres em São Miguel do Oeste

11/06/2021 - 11h03

O vereador Carlos Agostini (MDB) apresentou nesta quinta-feira (10) uma indicação que sugere ao Executivo de São Miguel do Oeste que faça alterações na forma de coleta de lixo, introduzindo um mecanismo mais moderno de coleta seletiva, “otimizando seu gerenciamento e aumentando sua eficiência”. O vereador relata que hoje a coleta é feita por garis, que recolhem manualmente o lixo. “Essa forma de coleta pode ser considerada ultrapassada na comparação com outras cidades. A destinação do lixo nas ruas em sacos plásticos ou caixas de papelão é ineficiente e insalubre. Com frequência, as embalagens com o lixo colocado pelo morador são danificadas por animais ou pela chuva, e acabam caindo na rua, causando uma situação de sujeira e insalubridade, além de dificultar o trabalho dos coletores”, relata Agostini.

O autor da indicação sugere a adoção do modelo de contêineres para os moradores destinarem o lixo de forma seletiva. Ele ressalta que nesse modelo, as embalagens são acopladas ao caminhão que recolhe o lixo, reduzindo o contato de pessoas com os resíduos descartados. “A coleta seletiva se dá através da diferenciação das cores onde o lixo é depositado. São fechados e não sofrem a ação de animais ou da chuva. Vale lembrar que na forma como são descartados atualmente, os resíduos oferecem risco à saúde, e até mesmo, podem ocorrer acidentes”, acrescenta o vereador.

Carlos Agostini ainda lembra que essa sugestão não invalida outras articulações com a comunidade empresarial ou mesmo cooperativas de recicladores de resíduos. “O que se pretende é tornar a cidade mais limpa e ambientalmente mais adaptada aos princípios da sustentabilidade ambiental”, ressalta, citando que o município tem condições financeiras de arcar com os custos desse serviço, “uma vez que até maio de 2021 a arrecadação com a taxa de lixo supera o valor arrecadado durante todo o exercício de 2020”. A indicação será enviada ao prefeito e ao secretário de Urbanismo. 

>>>PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP. 


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook