Vigilância em Saúde de SC nega ter aplicado vacinas vencidas da Covid

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

02/07/2021 - 23h29

A Superintendência de Vigilância em Saúde passou a tarde desta sexta-feira, 02, analisando dados e em contato com municípios para buscar respostas ao registro de doses de vacinas aplicadas fora do prazo de validade em Santa Catarina. Após avaliar as informações o superintendente, Eduardo Macário, disse que houve equívocos na inclusão dos dados sobre as doses aplicadas no sistema do Ministério da Saúde.

Com base em dados do Ministério da Saúde, o site identificou 1.532 cidades que teriam aplicado doses de AstraZeneca fora do período de validade - 49 em Santa Catarina.

- Não encaminhamos doses fora do prazo, e não aplicamos fora do prazo. Cada vacina passa por duas conferências, da pessoa que vai aplicar e da que prepara as doses do dia. Ambas conferem se as vacinas estão dentro do prazo de validade. Estou absolutamente tranquilo em relação a isso – disse Macário, no início da noite desta sexta-feira.

Erros de sistema

O superintendente explicou que o sistema de registro do Plano Nacional de Imunização teve uma série de problemas. O principal deles era a impossibilidade de corrigir informações.

O erro no registro do lote, segundo o superintendente, é comum. Ocorre que, para incluir a informação no sistema, o vacinador precisa escolher entre uma série de opções que aparecem automaticamente na tela. Em muitos casos, os números de lote são quase idênticos – o que causa confusão.

- O sistema deveria ter uma trava, um alerta de que o lote selecionado estava vencido e um pedido de confirmação. Mas não tem – diz Macario.

Segundo ele, houve casos, ainda, em que a vacina foi aplicada dentro do prazo de validade, mas a inclusão no sistema foi posterior, quando o lote já havia vencido. O sistema puxava, automaticamente, a data de registro – e não a data de aplicação da dose.

>>>PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP. 


  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • NSC Total - Dagmara Spautz



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook