Vigilância testa mais de 40 pessoas após velório e enterro de vítima da Covid-19, em SC

05/08/2020 - 11h11

A Vigilância Epidemiológica de São Ludgero, no Sul de Santa Catarina, monitora 43 pessoas que participaram do velório e enterro de um homem de 44 anos, vítima da Covid-19. Segundo elas, o paciente estava internado no Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão, que não informou que ele poderia estar com a doença. A unidade hospitalar, que também fica no Sul do estado, disse que vai apurar o que ocorreu.

Durante a tarde desta terça-feira, dia 4, foram aplicados 43 testes rápidos: em 31 o vírus não apareceu como ativo, e em outros 12 os resultados deram inconclusivos e vão ser repetidos na próxima sexta-feira, dia 7.

O homem foi internado no dia 24 de julho, com alguns sintomas do novo coronavírus, mas a família não pensou que pudesse ser a doença porque a vítima fazia tratamento contra um câncer e os efeitos colaterais eram parecidos com o que ele estava sentindo ao ser hospitalizado.

Segundo a família, no dia da internação foi feito um teste rápido que deu negativo para o novo coronavírus. No dia seguinte, o hospital resolveu coletar amostras para o exame RT-PCR, mais confiável quando se trata da detecção da Covid-19, e enviou ao Laboratório Central do Estado (Lacen), mas não teria comunicado a família sobre o procedimento.

O paciente morreu no dia 26. O corpo foi velado e sepultado normalmente, sem seguir nenhuma orientação específica. Um protocolo do Ministério da Saúde estabelece os procedimentos a serem tomados caso o paciente tenha suspeita do coronavírus. Entre as recomendações estão caixão fechado e participação de, no máximo, dez pessoas no velório.

O resultado positivo chegou para a Vigilância Epidemiológica de São Ludgero um dia depois do sepultamento. A família disse que do atestado de óbito não consta nada relacionado à Covid-19. A funerária também não teria sido informada pelo hospital a respeito disso.

O Hospital Nossa Senhora da Conceição disse que vai analisar se esses protocolos foram ou não seguidos internamente.

>>>Clique e receba notícias do JRTV Jornal Regional diariamente em seu WhatsApp.


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook

banner responsivo
banner responsivo

SIGA-NOS