BOLA EM JOGO: Grêmio pega o Independente com um time bastante modificado

Com boas atuações nesse início de temporada, Darlan briga por lugar no time titular

Com boas atuações nesse início de temporada, Darlan briga por lugar no time titular

07/04/2021 - 12h09

Por Sergio Wathier
JRTV - São Miguel do Oeste

O jogo do Grêmio pela terceira fase da Libertadores, que aconteceria em Quito, nesta noite, foi cancelado e transferido para o Defensores Del Chaco, em Assunção, no Paraguai. O confronto foi remarcado para a próxima sexta (09) em campo neutro, porque o Equador, com restrições enérgicas contra o coronavírus, sequer permitiu que o Grêmio saísse do hotel para treinar, depois que Vanderson e Paulo Victor testaram positivo.

De bom nesta transferência apenas o fato de que o duelo não será na altitude. Mesmo assim o Grêmio lamenta a ausência de alguns titulares importantes. Geromel se recupera de lesão. Kannemann, Jean Pierre e Pepê voltam de lesão e não estão 100% fisicamente. Maicon, com dores musculares, também está fora. Tem ainda a ausência do Renato na casamata. Com Covid-19, técnico nem viajou com a delegação. Com o desfalque de Vanderson, Vitor Ferraz volta a lateral direita.  

O provável time do Grêmio deve ter Brenno; Vítor Ferraz, Ruan, Rodrigues e Diogo Barbosa; Lucas Silva (Darlan), Matheus Henrique e Pinares; Alisson, Diego Souza e Ferreirinha. Mais uma vez o clube vai apostar nos seus jovens da base. A dupla de zaga se saiu muito bem no Grenal. Mas o grande teste acontece neste compromisso pela Libertadores. No meio, Darlan está pedindo passagem. E Léo Chú, depois de ser destaque no Grenal, está de olho na vaga de Alisson. 

Colorados questionam esquema "chama-derrota"

Ainda repercute a derrota do Inter no Grenal. Rodrigo Dourado, ainda no gramado da Arena, declarou que "o Inter tem medo de ser feliz". Para a imprensa gaúcha, a forma de jogar de Ramírez pode ser classificada de esquema "chama-derrota". Teve comentarista que comparou o time do Inter a um picolé de chuchu. A escalação de um volante fincado entre os zagueiros e toques de bola sem objetividade foram severamente questionados. Foi, no mínimo, constrangedor para os colorados perder mais um Grenal. Os mais apressados já tascaram nas redes sociais: "Volta Abel".

A verdade é que Renato atropelou Ramírez. A culpa do insucesso no clássico é exclusivamente do técnico espanhol. Os torcedores vermelhos reclamam da lentidão que o time sai da defesa para o ataque. O time foi burocrático, previsível e sem inspiração. Com 70% de posse de bola, o Inter criou apenas duas chances de gol, uma com Praxedes e outra com Lucas Ribeiro. Por isso os colorados se mostram inconformados com o fraco futebol apresentado pela equipe no Grenal. Daí surgem perguntas que não querem calar: Onde foi parar o Inter que meteu 5 a 1 no São Paulo ou aquele que enfileirou 8 vitórias seguidas no Brasileirão? 

>>>PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP. 


  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • JRTV/Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook