Comunidade pode fazer o descarte correto de medicamentos na Unoesc

24/08/2019 - 11h05

A comunidade pode depositar medicamentos vencidos no "Papa Medicamentos", localizado no corredor central da Unoesc. Segundo o coordenador de Farmácia, doutor Eduardo Chielle, o projeto é uma alternativa que o curso oferece à comunidade para que seja feito o descarte seguro de medicamentos vencidos, sobras de tratamentos e de suas embalagens. "A maioria da população faz o descarte no vaso sanitário, na pia ou no lixo comum.O descarte incorreto é um problema de saúde pública, pois pode contaminar o meio ambiente", alerta o professor.

Eduardo explica que os medicamentos, diluídos em água, podem interferir no metabolismo e no comportamento de organismos aquáticos. O descarte errado de antibióticos também preocupa, pois quando expostos ao meio ambiente tornam as bactérias resistentes a eles.

Além disso, sobras de medicamentos podem ocasionar o uso inadvertido por outras pessoas, resultando em reações adversas graves e intoxicações. Segundo o Sistema Nacional de Informações Tóxico-farmacológicas (Sinitox), desde 1996, os medicamentos ocupam o 1º lugar do ranking de agentes causadores de intoxicações.

A colaborada da Unoesc, Luciane Vicenzi, fez o descarte no "Papa Medicamentos". "O projeto permite que seja dado o descarte correto dos medicamentos, sem jogá-los no lixo tradicional. Dessa forma, contribuímos com a preservação do meio ambiente", conclui Luciane. 


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook

banner responsivo
banner responsivo

SIGA-NOS