Em 12 horas, 1.900 raios foram registrados em cidades do Oeste de SC; veja quais

Imagem reprodução

Imagem reprodução

14/09/2021 - 20h10

Durante o temporal que atingiu a região Oeste de Santa Catarina entre a noite desta segunda-feira (13) e a madrugada desta quarta-feira (14), 1.966 raios foram registrados em seis municípios da região, durante um período de 12 horas. Os dados são do Grupo de Atividade Atmosférica do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Elat/Inpe).

De acordo com o Elat, a análise foi feita das 18 horas da segunda-feira até as 6 horas desta terça-feira. Os números contabilizam os raios que tocaram o chão e os que ficaram nas nuvens nas cidades de Chapecó, Xanxerê, Concórdia, Joaçaba, Itá e Maravilha.

Veja a quantidade por município:

Chapecó: 152 raios tocaram o chão e 347 ficaram nas nuvens, total de 499 raios;

Xanxerê: 61 raios tocaram o chão e 200 ficaram nas nuvens, total de 261 raios;

Concórdia: 128 raios tocaram o chão e 375 ficaram nas nuvens, total de 503 raios;

Joaçaba: 25 raios tocaram o chão e 160 ficaram nas nuvens, total de 185 raios;

Itá: 51 raios tocaram o chão e 201 ficaram nas nuvens, total de 266 raios;

Maravilha: 50 raios tocaram o chão e 216 ficaram nas nuvens, total de 266 raios.

O morador Wellinton Matheus Haas, de 21 anos, filmou o momento exato em que um raio atingiu um poste em frente ao seu apartamento. O fenômeno ocorreu perto das 23h, na rua Marechal Bormann. Residências das proximidades ficaram ser abastecimento de energia elétrica por cerca de cinco horas.

O vídeo foi gravado da janela do 4º andar de um edifício. “Foi um grande susto. O estouro foi alto. Muitos vizinhos saíram na janela para ver”, relatou Wellinton.

Haas contou ainda que do seu apartamento pôde ver diversas casas das proximidades destelhadas e que, por segundos, seu vizinho não ficou preso no elevador ao longo da madrugada. A Celesc solucionou o problema de abastecimento de energia elétrica no local no começo da manhã.

O vento forte, acompanhado de chuva e raios, causou imóveis destelhados, queda de árvores e falta de energia elétrica em vários municípios.

Corpo de Bombeiros Militar informou via Twitter que no fim da noite de segunda-feira, por volta das 23h40, atendia ocorrências relacionadas ao tempo nos municípios de Mondaí, Descanso, Belmonte, Palmitos, Iporã do Oeste, Águas de Chapecó, Dionísio Cerqueira, Itá, Peritiba e Chapecó.

Segundo a meteorologista Gilsânia Cruz, da Epagri/Ciram, a previsão é de que a frente fria continue provocando chuvas durante a semana, mas com temporais isolados e rajadas de vento entre 40 km/h a 70 km/h.

Nesta terça (14), de acordo com o meteorologista Victor Meireles, da Defesa Civil do Estado, a atuação de uma frente fria ocasiona chuva em todas as áreas de SC e com volumes altos em curto intervalo de tempo. Ainda ocorrem temporais (com chuva de forte intensidade com raios, rajadas de ventos e eventual queda de granizo) isolados pelo Estado.

O risco é moderado a alto para ocorrências associadas aos temporais, chuva intensa e volumosa. À tarde, devido a maior presença das nuvens as temperaturas máximas não sobem em boa parte de SC.

>>>PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP.  


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook