Escolas estaduais recebem R$ 37 milhões para reparos e manutenção

31/01/2020 - 22h09

As escolas da rede estadual de ensino contarão com R$ 37 milhões para obras de manutenção durante o primeiro trimestre de 2020. O valor repassado às coordenadorias regionais de Educação a segunda quinzena de janeiro poderá ser usado para reparos na estrutura da escola, troca de telhado, manutenção na fiação elétrica, consertos de vazamento e obras de conservação do prédio, caracterizados como manutenção civil, que não demandam projetos de engenharia.

Os contratos são geridos pela Secretaria de Estado da Educação (SED) e a execução das obras é feita conforme a necessidade das escolas, tornando o processo mais rápido e simples. As empresas foram contratadas por licitação no segundo semestre de 2019, após a SED avaliar a estrutura das escolas durante os primeiros meses da gestão.

"Essa prática segue a linha do governo, de sermos mais ágeis na resolução dos problemas e das demandas das nossas escolas. Assim que detectarmos a necessidade de intervenção, as empresas são acionadas e os pontos que precisam de manutenção são atendidos. É uma forma eficiente, rápida e prática para que os gestores nos ajudem a cuidar bem das escolas, para o bem-estar dos alunos e professores. Assim podemos colher os melhores resultados para a educação de Santa Catarina", destaca o secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni.

O valor liberado é dividido entre 37 contratos em lotes regionais e distribuído de acordo com o número de alunos e unidades de ensino da rede estadual. Para solicitar alguma manutenção, as escolas devem enviar uma solicitação às coordenadorias regionais. O engenheiro fiscal responsável pelo contrato autoriza a obra e a ordem de serviço é emitida em seguida pela SED.

Investimento pode chegar a R$ 184 milhões em 2020

A soma dos contratos assinados pela SED no fim de 2019, com duração de um ano, é de R$ 184 milhões. Como manutenções e reparos são feitos sob demanda, há possibilidade de que nem todo o recurso seja investido até o fim deste ano. O valor que não for utilizado poderá ser realocado para outras obras na rede estadual de ensino.

Além das manutenções civis, as escolas têm à disposição, desde 2019, empresas contratadas em cada região para a realização de serviços de manutenção e asseio, como poda, capina e roçada, limpeza de caixas d’água e fossas, dedetização e desratização e conserto de equipamentos como aparelhos de ar condicionado. Estes serviços são utilizados, especialmente, neste período que antecede a volta às aulas.

Volta às aulas

A volta às aulas da rede estadual de ensino de Santa Catarina, nos dias 5, 6 e 10 de fevereiro, está mobilizando a Secretaria de Estado da Educação na preparação do ambiente das escolas estaduais. Desde o dia 2 de janeiro, começaram as entregas de mobiliário em parte das regionais e a distribuição de mais de 1 milhão de livros. Serviços de manutenção das unidades, como poda, roçada, controle de pragas, limpeza de fossas e caixas d’água e consertos aparelhos de ar condicionado também foram iniciados. A manutenção civil, que compreende reparos e pequenas reformas nas escolas teve início em todo o Estado no dia 20 de janeiro. 

>>>Clique e receba notícias do JRTV Jornal Regional diariamente em seu WhatsApp.


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook

Website Security Test