FÓRMULA 1: Com emoção até o fim, Hamilton segura Verstappen e vence no Bahrein

Heptacampeão sustentou a pressão do holandês até cruzar a linha de chegada em primeiro

Heptacampeão sustentou a pressão do holandês até cruzar a linha de chegada em primeiro

28/03/2021 - 14h00

Em uma disputa espetacular que durou até a última volta, o inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, superou o holandês Max Verstappen, que largou da pole-position com a Red Bull, e venceu o Grande Prêmio do Bahrein, que abriu a temporada 2021 da Fórmula 1. O finlandês Valteri Bottas, da Mercedes, fechou o pódio deste domingo (28). 

A corrida marcou o retorno da categoria à tela da Band após 40 anos. Foram quase três horas de aquecimento dentro do Show do Esporte, e uma transmissão com Sérgio Maurício, Reginaldo Leme, Felipe Giaffone e Mariana Becker (direto do Bahrein) que fez o fã da F1 não perder nenhum detalhe - da largada até o fim da festa do pódio.

Logo na volta de apresentação, Sergio Pérez (Red Bull) teve problemas no carro e atrasou a largada - o mexicano saiu dos boxes. Após o sinal verde, Verstappen manteve a liderança, seguido por Hamilton. Lá no fim do grid, Nikita Mazepin (Haas) escapou e obrigou a entrada do safety car. Na relargada, Pierre Gasly (AlphaTauri) perdeu o bico após toque em Carlos Sainz (Ferrari) e Mick Schumacher (Haas) também rodou. 

Hamilton foi para os boxes na volta 14 e voltou com pneus duros. A estratégia da Mercedes deu certo num primeiro momento, já que Verstappen, com pneus médios gastos, só parou na volta 18 e retornou 7 segundos atrás do heptacampeão. 

Briga de campeões

O Bahrein viu brigas emocionantes entre os campeões mundiais Fernando Alonso (Alpine), Sebastian Vettel (que largou em último com a Aston Martin) e Kimi Raikkonen (Alfa Romeo) por uma posição no top 10.  

Hamilton bate mais um recorde

Na briga pela vitória, Verstappen andava mais rápido, e Hamilton voltou a parar na volta 29, retornando com pneus duros. De volta à ponta, o holandês só iria para os boxes na volta 40 e retornou a 8 segundos do inglês. Foi a chance para o heptacampeão bater mais um recorde histórico na categoria, o de mais voltas na liderança - que era de Michael Schumacher, com 5.111.

>>>PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP. 


  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • TV Bandeirantes



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook