Governador de SC é absolvido em tribunal de impeachment e retorna ao cargo

07/05/2021 - 20h48

O tribunal de julgamento absolveu o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), de crime de responsabilidade na compra de 200 respiradores para pacientes da Covid-19 por R$ 33 milhões, adquiridos com pagamento antecipado e dispensa de licitação. Foram 6 a 4 votos para a absolvição. Como eram necessários ao menos sete votos (dois terços do total) para a condenação, o impeachment foi rejeitado e o caso, arquivado.

Com isso, Moisés volta ao posto de governador. Ele estava afastado do cargo desde 30 de março, quando o tribunal do impeachment aceitou a denúncia contra ele na parte dos respiradores. Desde então, o governo de Santa Catarina era comandado pela vice-governadora, Daniela Reinehr (sem partido).

Como foi a votação do tribunal

Desembargadora Sônia Schmidt – favorável ao impeachment de Moisés

Deputado estadual Marcos Vieira (PSDB) – contrário ao impeachment

Desembargador Roberto Pacheco – favorável ao impeachment

Deputado estadual José Milton Scheffer (PP) – contrário o impeachment

Desembargador Luiz Zanelato – favorável ao impeachment

Deputado Valdir Cobalchini (MDB) – contrário ao impeachment de Moisés

Desembargadora Rosane Portella Wolff (relatora) – favorável ao impeachment

Deputado Fabiano da Luz (PT) – contrário ao impeachment de Moisés

Desembargador Luiz Fornerolli – favorável ao impeachment

Deputado estadual Laércio Schuster (PSB) – favorável ao impeachment

>>>PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP. 


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook