Justiça pede a internação de adolescente envolvido no roubo à residência de empresário de Anchieta

22/02/2021 - 19h22

A Polícia Civil cumpriu na tarde desta segunda-feira (22), um mandado expedido pelo juízo da Comarca de Anchieta, para internação de um adolescente, o qual é suspeito de ter participado do delito de roubo à residência de um empresário da cidade. O fato aconteceu no dia 14 de fevereiro deste ano.

Entenda o caso:

No dia 14 de fevereiro de 2021, por volta das 02 horas, na Rua Mina Gerais, Centro, na cidade de Anchieta, ocorreu um crime de roubo majorado, artigo 157, §2º, incisos II, V e VII, e §2º-A, inciso I ; §2-B, tudo do Código Penal.

Narra a ocorrência que quatro ou cinco homens armados com armas de fogo (inclusive arma longa) e armas brancas (facão), vestindo luvas e touca balaclavas, invadiram, mediante arrombamento da porta frontal, a residência das vítimas, as quais foram rendidas e amarradas, tendo os homens sido agredidos. As lesões corporais foram atestadas pelos laudos periciais de exame de corpo de delito acostados no Inquérito Policial, detalhando que foram causadas por golpes com revólver e facão.

Ademais, foi informado pelas vítimas que pelo menos dois dos autores trajavam calça camuflada, além de terem sido detalhadas caraterísticas de alguns calçados usados pelos criminosos. Os autores subtraíram uma camioneta Hillux, placa QBT1G90, de propriedade de Vinícius, além de R$10.000,00 (dez mil reais) em espécie e uma caixa com pesos argentinos, avaliados em aproximadamente R$80.000,00 (oitenta mil reais).

Além disso, foram levados diversos objetos pessoais, como celulares (para impossibilitar pedido de socorro e contato com a Polícia), jóias, chinelo de cor preta da marca Colcci, perfumes (Paco Rabanne - Invictus; Paco Rabanne - One Million, Boticário - Ilia) e diversos relógios (um de marca Xiaomi, com pulseira de metal cor rosa; um de marca Invicta, masculino com visor branco; um de marca Xiaomi, de cor preta; um de marca Lacoste, de cor preta). Os objetos foram subtraídos da residência das vítimas e do depósito comercial.

Dando sequência nas investigações, foi informado pela DIC de São Lourenço do Oeste que os suspeitos foram localizados no interior de Anchieta. Na residência em que eles estavam foram localizados três perfumes pertencentes à vítima, uma corrente de ouro, bem como um tênis que teria sido usado por um dos autores do crime de roubo, tudo já reconhecido pelas vítimas. Também foram apreendidos um cheque no valor de R$250,00, e a importância de R$500,00 em espécie.

No local estava o veículo Gol, cor vermelha, o qual foi utilizado durante a fuga do crime. Referido veículo aparece nas câmaras de monitoramento, em horário compatível com a fuga, logo na frente da camioneta Hillux roubada.

Diligências foram realizadas com o apoio do helicóptero do SAER/FRON de Chapecó no sentido de localizar a  camioneta Hillux roubada.

Com o decorrer das investigações, após a coleta de outros indícios, a Autoridade Policial representou pela INTERNAÇÃO PROVISÓRIA do adolescente, pelo prazo de 45 (quarenta e cinco) dias, em estabelecimento institucional adequado, o que foi deferido pelo Poder Judiciário após manifestação favorável do Ministério Público, sendo dado cumprimento pela Polícia Civil da Comarca de Anchieta, nesta tarde.  

As investigações continuam com a análise de todo o material apreendido e vinculação a cada suspeito.

A Polícia Civil esclarece que mesmo diante do atual cenário de pandemia decorrente do Novo Coronavírus, com a vigência das medidas de isolamento social decretadas, continua realizando ininterruptamente suas atribuições constitucionais de apuração das infrações penais.

>>>PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP. 


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook

banner responsivo
banner responsivo

SIGA-NOS