Prefeitura de Belmonte suspende atendimento presencial
Medida definida nesta segunda (1), se estende até dia 15 e é aplicada a todas as repartições públicas.

02/03/2021 - 12h03

Frente ao cenário preocupante da disseminação da Covid-19 na região e o registro de um aumento diário dos casos positivos no município, a Administração Municipal de Belmonte emitiu, na manhã desta segunda-feira (1), a determinação da suspensão do atendimento presencial nas repartições públicas do município.

A decisão partiu de uma reunião de avaliação dos riscos, que reuniu representantes do Comitê Gestor de Crise, secretários e prefeito (remotamente). A partir desta segunda, o atendimento presencial está suspenso em todos os setores e órgãos públicos e segue até dia 15, quando encerra o decreto municipal de restrições e medidas emitido na semana passada.

O que muda

No período, está suspensa a retirada dos carnês de IPTU, mas podem ser solicitados pelo email tributação@belmonte.sc.gov.br; tributos e taxas municipais terão vencimentos estendidos; os atendimentos na agricultura serão somente em casos emergenciais, com solicitação pelo telefone (49) 3625 0342, o mesmo vale para o Bloco de Produtor.

Na educação, professores permanecerão em atendimento remoto e em planejamento em salas isoladas. Os demais profissionais permanecerão em suas funções internas, respeitando distanciamento e medidas de prevenção. Na Assistência Social serão atendidos casos emergenciais, solicitados via telefone.

No setor de Saúde somente casos emergenciais serão atendidos e CRAS o atendimento será apenas por agendamento, nos fones 49 3625 0080 ou 99134 1965.

Além disso, todos os servidores continuam a seguir as medidas como usar máscaras, higienizar as mãos e respeitar o distanciamento. “Pedimos a compreensão e colaboração de todos os cidadãos. São medidas necessárias para que possamos frear a evolução do vírus. Só saída de casa em extrema necessidade, use máscara, higienize as mãos, evite visitar parentes e amigos, siga as regras dos decretos. A situação exige o máximo de cuidado, pois os hospitais estão em suas capacidades máximas e não há pra onde recorrer. Cuide-se e ajude a cuidar!”, pede o prefeito Jair Giumbelli.

>>>PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP. 


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook