Aduanas argentina e brasileira ficarão abertas das 8h às 18h

Foto: Divulgação/Jornal da Fronteira

Foto: Divulgação/Jornal da Fronteira

20/10/2021 - 08h18

Após publicação do decreto do governo argentino liberando a reabertura da fronteira com o Brasil, na manhã desta terça-feira, ocorreu um ato na divisa dos dois países.

Após o ato na Aduana de Turismo, os prefeitos dos municípios de Barracão, Dionísio Cerqueira e Bernardo de Irigoyen, juntamente com os órgãos responsáveis pela segurança da fronteira, Gendarmeria Nacional Argentina, Senasa e Afip, do lado argentino, Polícia Federal, Receita Federal e Anvisa, do lado brasileiro, e os representantes das áreas de saúde, se reuniram na Aduana de Cargas, onde foi traçado o planejamento para essa liberação das fronteiras.

Durante a reunião ficou definido que assim como a Argentina, o Brasil também vai exigir a apresentação do exame PCR negativo, realizado até no máximo 72 horas antes, e ainda o comprovante de aplicação das duas doses da vacina contra a Covid-19.

Vale destacar ainda que do lado Argentino da fronteira, será ofertado de forma gratuita aos visitantes o exame de antígeno, que será realizado no posto de saúde instalado ao lado da aduana.

Quanto as regras do lado brasileiro, o delegado da Polícia Federal do Brasil, Dr. Jean Helfenstein, neste primeiro momento, será realizada a abertura levando em consideração o tratamento de reciprocidade entre brasileiros e argentinos, lembrando que a regra vale apenas para moradores de Bernardo de Irigoyen.

“O Brasil não está aberto para turismo, mas, a passagem será liberada para os fronteiriços, que é o pessoal que mora ali Bernardo de Irigoyen, eles poderão entrar em Dionísio Cerqueira, e passar o dia. Essa medida será adotada observando a reciprocidade do tratamento entre brasileiros e argentinos”, explicou o delegado.

Ainda de acordo com as informações, caberá a Polícia Federal fazer esse controle de passagem dos Argentinos. As regras fazem parte de uma portaria publicada pelo governo federal.

“Caberá a Polícia Federal fazer esse controle da entrada do estrangeiro, mas unicamente os moradores de Bernardo de Irigoyen, que deverão ainda, apresentar algum documento comprovando a residência no município vizinho”, destacou o delegado.

De acordo com o delegado da Receita Federal de Dionísio Cerqueira, Dr. Mark Tollemache, o controle migratório será realizado pela Polícia Federal, enquanto que a Receita ficará com a fiscalização e controle da passagem de veículos e mercadorias. Caberá à Anvisa, o controle das medidas sanitárias, adotadas reciprocamente para ambos os países.

“Neste primeiro momento, serão várias as medidas sanitárias que deverão ser cumpridas em ambos os lados da fronteira, e isso irá limitar a passagem das pessoas, até como forma de manter um controle do impacto que essa reabertura da fronteira poderá ter para nossa região”, comentou o Dr. Mark.

Outra questão que vale destacar é que a passagem de pessoas, só será permitida das 08h às 18h. Ambas as aduanas permanecerão fechadas no período noturno.

Ainda não há uma previsão de quando essas medidas serão alteradas, o que se sabe até o momento é que as autoridades, tanto sanitárias, como civis e de segurança, estarão trabalhando para ir aos poucos relaxando as medidas impostas.

>>>PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP.  


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook

banner responsivo
banner responsivo

SIGA-NOS