ELEIÇÕES 2020: Ganha força projeto alternativo com cinco partidos políticos
Estão como pré-candidatos à majoritária, Gilmar Baldissera - Gica - (PP), Írton Lamb (PSL), João Carlos Grando (MDB) e Milto Annoni - Pingo - (PL).

PP, MDB, PL, PSDB e PSL tem prazo até dia 8 de agosto para se decidirem se ingressam ou não na coligação

PP, MDB, PL, PSDB e PSL tem prazo até dia 8 de agosto para se decidirem se ingressam ou não na coligação

23/07/2020 - 11h05

Numa reunião realizada na noite desta quarta-feira (22), ganhou força a frente de oposição que agora conta com cinco partidos políticos em São Miguel do Oeste. O ex-prefeito Gilmar Baldissera (Gica) classificou o resultado do encontro como "muito produtivo". 

Segundo Gica, os partido estão bem alinhados, com grandes chances de formar um bloco para encabeçar um projeto alternativo para o município.  "Essa aliança vem sendo construída através de uma conversa franca e aberta", coloca.

Os cinco partidos que participaram da reunião são MDB, PSL, PP, PSDB e PL. "Todos com o mesmo pensamento. Estamos confiantes, porque todos concordam que São Miguel do Oeste necessita de um projeto alternativo, com foco na industrialização. Precisamos captar e agregar novas industrias", defende o pré-candidato. 

Todos os partidos estão conscientes da queda do movimento econômico, comparativamente com Itapiranga, Maravilha, Pinhalzinho e São Lourenço do Oeste. Gica observa que não tem sentido municípios com a metade da população de São Miguel do Oeste apresentarem um desempenho muito melhor, de modo que de Chapecó pra cá o município pólo só perdia para Chapecó e agora ocupa a 5ª colocação.

Algumas decisões importantes foram tomadas no encontro. Se apresentaram, como pré-candidatos à majoritária, Gilmar Baldissera - Gica - (PP), Írton Lamb (PSL), João Carlos Grando (MDB) e Milto Annoni - Pingo - (PL). Ficou estabelecido que os cinco partidos tem prazo até o dia 8 de agosto para se decidirem se farão ou não parte da coligação. 

CRÍTiCA DO PP

Durante a reunião o Partido Progressista criticou a postura do prefeito Wilson Trevisan. Segundo disse Gica, os progressistas que estavam no governo estão sendo desalojados de suas funções. "Só não conseguiu demitir por telefone o vice-prefeito. Os demais  um a um estão sendo desligados de seus cargos", relatou Gica.  

>>>Clique e receba notícias do JRTV Jornal Regional diariamente em seu WhatsApp.


  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • JRTV/Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook

banner responsivo
banner responsivo

SIGA-NOS