ELEIÇÕES 2020: São Miguel do Oeste pode ter quatro candidatos a prefeito

O clima em São Miguel do Oeste ainda é de indefinição

O clima em São Miguel do Oeste ainda é de indefinição

02/08/2020 - 15h38

Restam pouco mais de 100 dias para a eleição e por enquanto tudo é incógnita no campo das especulações sobre possíveis candidaturas e coligações ao pleito de 15 de novembro deste ano em São Miguel do Oeste. Os governistas não negam que o PSD está atrás de um aliado para compor a chapa majoritária com o prefeito Wilson Trevisan, que tudo indica buscará um novo mandato. Informações de bastidores dão conta de que nos últimos dias o MDB teria sido sondado mais uma vez para reforçar a situação.

No outro lado é que residem as grandes dúvidas. Na sexta-feira (31) ocorreu  a quinta reunião envolvendo o bloco de oposição liderado por PP e MDB. Os dirigentes dão como "bem encaminhada" a união das cinco agremiações visando a construção de um novo projeto político para São Miguel do Oeste. Além de PP e MDB, também podem integrar a aliança PSDB, PL e PSL. Gilmar Baldissera (Gica/PP), João Carlos Grando (MDB), Milto Annoni (PL) e Írton Lamb (PSL) estão como pré-candidatos à majoritária. As siglas tem prazo até 8 de agosto para oficializar uma posição a respeito.

A Frente Democrática está praticamente consolidada. Ela reúne Psol, PT, PDT e PSB. Os quatro partidos agora discutem quais os nomes que serão indicados como candidatos a prefeito e vice-prefeito. Jean Carlesso (Psol), Maria Tereza Capara (PT) e Moacir Tomazel são alguns dos nomes lembrados para formar a chapa majoritária dos partidos de esquerda.

Um dos partidos mais bastante assediado é o PSL, do governdor Carlos Moisés. Nos últimos dias a sigla tem participado dos encontros realizados pelo bloco de oposição formado por PP, MDB, PL e PSDB. Mas sua direção também confirma convite recebido para ser vice na chapa do prefeito Trevisan. Existe ainda uma terceira possibilidade, que é do PSL ir de chapa pura, já que tem três pré-candidatos: Írton Lamb, Carlinhos Gerhard e Vagner Passos.

Seguindo esse roteiro, São Miguel do Oeste teria quatro candidatos a prefeito. No pleito de 2016, que reuniu este número de candidaturas, o PSD levou a melhor. Porém, tem quem sustente a possibilidade de uma grande reviravolta, com a eleição no município pólo do Extremo Oeste bipolarizada, com o lançamento de apenas dois candidatos a prefeito, um da situação e um da oposição. 

>>>Clique e receba notícias do JRTV Jornal Regional diariamente em seu WhatsApp.


  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • JRTV/Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook

banner responsivo
banner responsivo

SIGA-NOS