GRAVE E ASSUSTADOR: Hospital Regional de SMO registra 9 óbitos em apenas 24 horas

03/03/2021 - 18h00

A situação é grave e assustadora. O Hospital Regional Terezinha Gaio Basso, de São Miguel do Oeste, registrou nas últimas 24 horas mais nove óbitos de pacientes com Covid-19.

O Hospital, em nota oficial, informou que todos os pacientes com a Covid-19 que aguardam leitos/transferência recebem a devida assistência médica com equipamentos (respiradores) e medicamentos adequados para o quadro.

Ainda segundo a nota, os óbitos desses pacientes ocorrem, na maioria dos casos, devido ao estado grave em que chegam na instituição, evoluindo a óbito rapidamente.

Nesta quarta-feira (03), os óbitos registram foram:

-Paciente masculino, de 66 anos, de São Miguel do Oeste;

-Paciente feminina, de 84 anos, de São Miguel do Oeste;

-Paciente masculino, de 66 anos, de Chapecó;

-Paciente masculino, de 62 anos, de Itapiranga;

-Paciente masculino, de 62 anos, de São Miguel do Oeste;

-Paciente masculino, de 83 anos, de União do Oeste;

-Paciente masculino, de 80 anos, de Saudades;

-Paciente masculino, de 55 anos, de Coronel Freitas;

-Paciente feminina, de 55 anos, de Cunha Porã.

Também foi registrada uma alta de paciente de Itapiranga e uma transferência de paciente de Dionísio Cerqueira para cidade de origem.

A ocupação de hoje é de 25 pacientes confirmados na UTI. Na enfermaria são 11 confirmados e 1 suspeito.

O Hospital Regional informou ainda na data de hoje que 17 pacientes aguardam transferência para leito de UTI, destes, 14 estão no Pronto Socorro e 3 estão na enfermaria.

Confira a nota emitida pelo Hospital Regional de SMO:

O Hospital Regional Terezinha Gaio Basso – Instituto Santé, de São Miguel do Oeste, informa que todos os pacientes com a Covid-19 que aguardam leitos/transferência recebem a devida assistência médica com equipamentos (respiradores) e medicamentos adequados para o quadro. Os óbitos desses pacientes ocorrem pelo quadro grave que apresentam, causado pela doença e não pela falta de assistência. Na maioria dos casos, essas pessoas já são recebidas em estado grave, evoluindo a óbito rapidamente.

Desde o dia 20 de fevereiro de 2021, o Hospital registrou 12 óbitos de pacientes que recebiam a assistência em estrutura no Pronto Socorro e aguardavam transferência para outros hospitais com vaga. Somente nas últimas 24h, foram seis óbitos registrados com pessoas nessa situação. Em todos os casos, a devida assistência foi prestada, tanto de equipamentos, como de insumos e profissionais. 

Reforçamos o trabalho da equipe do Hospital que segue se doando ao máximo para salvar a vida de todas as pessoas atendidas nesta Unidade Hospitalar.

>>>PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP. 


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook