Municípios da Ameosc estudam suspender transporte coletivo

06/08/2020 - 11h55

Os integrantes da Comissão de Intergestores Regionais (CIR) da Associação dos Municípios do Extremo Oeste de Santa Catarina (Ameosc) se reuniram virtualmente nesta quarta-feira (6) para nova discussão sobre a pandemia do coronavírus e seus reflexos na região.

A reunião foi coordenada pela secretária de Saúde de Palma Sola, Débora Prevedello e contou com a participação dos prefeitos da região. 

Durante a discussão, foi feita a apresentação do modelo de decreto que foi enviado para os municípios da Ameosc formalizando as novas medidas a serem adotadas para prevenção ao coronavírus.

Ainda durante os debates foi destacado que a região, que estava categorizada em “risco alto”, está agora, devido ao crescimento dos casos e da testagem de pacientes, caracterizada como “risco grave”.  

Além disso, outra importante questão debatida se refere ao transporte coletivo de passageiros intermunicipal e interestadual. Conforme estabelecido em Decreto do Governo de SC, as regiões categorizadas em “gravíssimas” tem suspendido o transporte coletivo de passageiros. Dessa forma, foi definido que a partir de agora os municípios suspendam em seus decretos todo o transporte coletivo, municipal, intermunicipal, até o dia 7 de setembro para ser mais uma medida de isolamento, evitando assim novos casos de coronavírus. 

Em sua fala, o presidente da entidade, Plínio de Castro, lembrou ainda de uma demanda importante da região que já fora atendida pelo Governo do Estado: a habilitação de leitos de retaguarda em hospitais da região.  “Uma das demandas que tínhamos era o aumento de leitos de retaguarda, a Secretaria de Saúde do Estado acabou credenciando leitos no Hospital de Guarujá, de Descanso e de Iporã do Oeste, 10 leitos em cada um. Ficamos em uma situação melhor”, argumenta. 

Ainda é aguardado o credenciamento de leitos de retaguarda no Hospital Sagrada Familia, de Itapiranga.

>>>Clique e receba notícias do JRTV Jornal Regional diariamente em seu WhatsApp.


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook

banner responsivo
banner responsivo

SIGA-NOS