Setor da Dengue intensifica ações preventivas em São Miguel do Oeste
Calor e chuva aumentam condições para procriação do mosquito da Aedes aegypti.

04/12/2020 - 18h11

O Setor da Dengue da Secretaria Municipal de Saúde de São Miguel do Oeste está intensificando as ações preventivas desde o início desta semana. Os trabalhos de vistoria e conscientização são ininterruptos durante todo o ano, entretanto, o coordenador Célio Silva, destaca que com o calor e as chuvas dos últimos dias, as condições para procriação do mosquito Aedes aegypti aumentam e, consequentemente, os riscos de contaminação pela doença.

Esta semana, 11 focos foram identificados, totalizando 434 no acumulado do ano. Os casos confirmados em 2020, segundo a Vigilância Epidemiológica estão em 142, embora nos últimos quatro meses tenha sido registrada somente uma confirmação, de local indeterminado, em 17 de novembro.

No decorrer desta semana, a equipe da Dengue realizou um trabalho especial de conscientização, por meio de panfletagem e com utilização de carro de som, e também colocou containers para coleta de lixo eletrônico, pneus e entulhos na Praça Walnir Bottaro Daniel, e em frente aos salões comunitários dos bairros Agostini, São Luiz, Estrela e São Jorge, os quais permanecerão disponíveis até este sábado (05). Também foram realizadas vistorias nos cemitérios, para eliminar recipientes com água parada.

A secretária de Saúde, Geni Girelli, solicita a colaboração da população, para que faça vistorias periódicas por todo o entorno de suas residências, eliminando qualquer possível criadouro do mosquito. Ela pede, também, a atenção especial das pessoas que possuem entes nos cemitérios, para que não mantenham vasos de plantas e outros recipientes que possam acumular água parada.

>>>Clique e receba notícias do JRTV Jornal Regional diariamente em seu WhatsApp.



  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook